/
  • Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

     $7 USD  or more

     

1.
2.
02:31
3.
04:09
4.
02:32
5.

about

credits

released February 8, 2015

tags

license

all rights reserved

about

Bichano Records Brazil

Selo independente do Rio de Janeiro, lançando coisas bonitas e, acima de tudo: sinceras.

DIY label from Rio de Janeiro, releasing cute and sincere stuff.

contact / help

Contact Bichano Records

Streaming and
Download help

Redeem code

Track Name: Desculpe, você faz falta
Pelas ruas
pelas calçadas
pelos parques do meu bairro
pelas escadas
pelos becos que disfarço minha solidão
pelo teto que oprime minha mente atordoada

desesperado
peguei um trem
por uma estrada
com rumo ao nada
repleta de lembranças tortas que ainda me corroem
que ainda me destroem

pelos bares
pelos vales
pela sanidade que me falta
pelos cabelos que já me abandonaram
ainda corro
nessas ruas geladas que só me trazem dor

perambulando
sufocado
desnorteado
pela cruz que carrego como carma
eu procurei
eu procurei
ainda procuro...
você

com arco e flecha,munidos de mentiras e sorrisos falsos
parto em mais uma jornada a despedaçar corações por essas esquinas
tento,finjo,eu faço
mas minha vontade era te ligar esta noite, e fazer aquele "alo",se tornar
em.... "te amo", eu ainda te amo,eu ainda...te amo...
Track Name: Calvário
Se eu te disser que ainda lembro
primeira vez que eu te vi passar
naquele instante que meu mundo ia parar de girar
Se eu te disser que depois de tanto tempo
ele insiste em não girar, você iria acreditar?
pinto as paredes,troco os lençóis,eu perfumo o guarda roupa
que um dia dividimos pra nós
se ter memória é não ter paz (eu sei)
o que é ter saudades do que já morreu? (é o fim)

pesadelo que insiste em me seguir,por todas as ruas dessa cansada existência
cruzar as ruas que passei sorrindo, hoje com medo de te encontrar
eu passei em frente a sua casa, e pensei em tocar,aquela velha campainha
só pra ver na sua face que a sua vida seguiu, enquanto a minha...ruiu

Dor!
como ousas "glamourisar" o torpor!
de carregar o peso do mundo...
hoje eu sou, a triste linha entre o ruim e o pior

Eu tentei!
por todas as vias
fracassei!
e hoje encaro o espelho,e com dó
aceito e disfarço o meu fim.
Track Name: Lualina
Te perdi
em um túnel sem volta
eu vi a luz se despedir
olhos castanhos, como já não se vê
um semblante que já não se tem
um horizonte que já se perdeu

não que eu esteja mal
nem que seja o fim do mundo
mas eu não esqueci
Jamais!
seu semblante
nem por um segundo

ah! como dói!
como dói encarar mais um dia!

ainda tenho
meu jardim de flores mortas
onde eu enterrei
o meu bau com as lembranças tortas
aquela foto, o anel,e tudo que criamos juntos
a moldura, o azul do céu...
Track Name: Desisto
Desisto!
pelo tentar!
pelo pesar !
pelo saber do fracassar
Estender!
a mão a quem faz mal
a quem te fere com punhal
a duras vias já foi seu

E mesmo assim, eu construí, um altar seu dentro de mim
e se meus joelhos doem, é por rezar, a quem nunca me ouviu, a quem nunca vai me escutar
Por não existir!

Rasgar!
o céu, com a dor das mentiras
das esperanças, forjadas ao chão
eu pintei um céu, com as estrelas mais bonitas
mas como sempre, foi em vão

E arrastar
o peso da existência
pela eternidade, ainda ardem, meus grilhões
imaculável praga!
imaculável solidão!
Track Name: Último Farol
Então olhe e me diga!
você acha que eu queria estar aqui?
destino maldito,não foi eu quem escolhi
Sem rumo,sem freio
notável desgaste, é o fim da linha!
ouça meu amigo, são as trompetas do silencio
a me chamar
me entrego nessa imensidão,quem sabe
ela possa me guiar
Nuvem!
me leve ao mar
me traga o paraíso, que até hoje não pude encontrar
Sem bussolas,mapas, meu guia será o seu olhar que me leva alem do desconhecido
então, sigo meu caminho,não olho pra trás,pra mim já tanto faz
não quero mais estar aqui
Nuvem!
me leve ao mar
me traga o paraíso, que até hoje não pude encontrar
Nuvem!
me leve ao mar
a água que me afoga, é a benção que sempre me faltou
Nuvem!
me leve ao mar
em um ultimo olhar, avisto o farol que nos beijamos pela primeira vez.